Guest Urban São Paulo
Dicas

Guest Urban propõe uma experiência paulistana, mas deixa a desejar nos serviços

O Guest Urban é uma guest house em São Paulo, definida no próprio site como hotel, mas que eu resumiria como um hostel boutique. Fica em Pinheiros, na Rua Lisboa, e havia sido lançado há apenas 30 dias quando lá me hospedei em outubro de 2015. Com cheirinho de novo e tarifa atraente, é uma alternativa para quem quer ter uma experiência realmente paulistana – e em especial da década de 60. Convidados a realmente vivenciar o universo paulistano, o serviço oferece aos hóspedes dicas selecionadas de acordo com o interesse de cada um, como bicicletas, cartão de transporte coletivo, lugares interessantes para visitar, além da decoração e a reprodução do preto e branco das calçadas de da cidade. É de fato um hotel conceito em São Paulo, com personalidade própria e alguns atrativos à parte. Sua proposta é bem diferenciada e inovadora, mas é preciso conhecê-la antes de arrumar suas malas e ir se hospedar por lá. Explico.

Os idealizadores do projeto reformaram um sobrado antigo com a ajuda de nomes de peso da arquitetura. O intuito era deixar o imóvel no ponto para receber hóspedes e também abrigar pequenos eventos, como uma galeria de arte itinerante, o lançamento de um produto ou mesmo um coquetel intimista. A ideia é original, assim como o hotel, que tem uma proposta de oferecer amenities de qualidade em acomodações simples, já que o objetivo principal ali é oferecer a experiência urbana de São Paulo. Com isso, a decoração é toda em estilo industrial, urbano, com reboco e canos aparentes. No entanto, os quartos (pelo menos o chamado “Rua”) são muito pequenos, a ponto de não ter espaço para colocar uma bolsa! Isso embora a cama seja ótima, nível acompanhado pelos lençóis e peças que compões os ambientes.

Guest Urban São Paulo

Guest Urban São Paulo

Fotos: Divulgação

 

Confesso que fui desavisada. Me deixei ludibriar pelo belo website, que me passou uma ótima imagem, e fui esperando um hotel boutique. Mas vi que, na verdade, é algo que fica entre ser um hostel super bacana e um hotel que, sendo um hotel, pode decepcionar um pouco. Especialmente porque não há serviço, é tudo bem self-service.

Minha experiência foi um pouco frustrante, pois esperava mais charme. Admito que foi falha de compreensão (e pesquisa talvez) de minha parte, pois eles são fiéis à proposta – embora no site tudo pareça mais bonito. Logo quando cheguei de táxi levei um susto, pois tinha uma casa no lugar do hotel e não havia placa alguma. Explorando mais descobri que era ali mesmo o local, com uma entrada não convidativa e decoração diversificada. Isso porque estava havendo uma feira de arte lá naqueles dias, então, além da decoração original com muitas peças antigas, haviam coisas expostas da feira. Depois fui saber que a ausência de sinalização faz parte do conceito de transmitir a experiência de uma casa original. Tudo bem, mas isso poderia ser avisado em algum momento. Assim, a primeira impressão foi um pouco contaminada por tudo isso: a falta de placa e o excesso de elementos antigos. Eu amo antiguidades, mas era muita coisa misturada e nem tudo de tão bom gosto. Resumindo, há uma diferença entre peças antigas bonitas e peças antigas em mau estado. Mas mais uma vez, dou esse desconto pois foi a mistura de impressões causadas pela feira + falta da placa.

Guest Urban São Paulo

 

LEIA TAMBÉM: PORTO RETRÔ – FLAT BOUTIQUE EM PORTO ALEGRE ENCANTA COM DECORAÇÃO VINTAGE E TOQUES CONTEMPORÂNEOS

 

Como – interessantemente – o Guest Urban é muito pequeno e – surpreendentemente, por ser tão novo – estavam todos poucos quartos ocupados, não conseguimos fazer early check in. Com isso, tivemos que ficar um tempo na salinha de espera. Nesse momento, aquela mistura de coisas antigas, mais a feira e o estilo industrial me passaram uma impressão meio hostil. Com certeza agradará outra pessoas talvez mais descoladas. É só mesmo uma questão de preferências ou de estarem devidamente avisadas.

Guest Urban São Paulo

Foto: Álvaro Rodrigues

 

Os quartos do Guest Urban são pequenos e simples, não tem mesinha ou mesmo espaço pra colocar a mala, assim como o banheiro que não tem amenities – é possível comprar um kit Natura por R$15,00! A cama é maravilhosa e tem um frigobar pequeno, bonitinho e transparente no quarto. O café da manhã também é muito simples.

O ambiente é cool, cult, tem uma atmosfera jovem, ideal para eventos intimistas. No 2º dia, estava rolando um lançamento de cosméticos e transformaram a entrada num lounge com música eletrônica e bebidas. Já no 3º dia, começaria um evento da marca Ssimplesmente na área externa, próximo de onde tomamos café. O Guest Urban disponibiliza também 4 bikes lindas e novinhas para alugar, assim como telefone ou mesmo Ipad por R$25 o dia. Na vizinhança, tem bem perto as bikes do Itaú e alguns restaurantes.

Guest Urban São Paulo

Foto: Update or Die

 

Ou seja, espere isso e decida.

 

Contatos do Guest Urban São Paulo:

Telefone: (11) 3081-5030
E-mail: guh@guesturbansp.com.br
Recepção/Reservas: reservas@guesturbansp.com.br
Eventos: eventos@guesturbansp.com.br

1 COMENTÁRIO