bom bom
africabombomresorthospedagemsaotomeeprincipe

Onde ficar em Príncipe? Minha experiência no Bom Bom Resort.

Você tem alguma dúvida de onde ficar em Príncipe? Conto aqui a minha experiência no Bom Bom Resort. Uma experiência mais do que positiva, diria especial e inesquecível.

Ah!O que falar desse paraíso que fica dentro de outro paraíso?

Ao começar a ler sobre onde se hospedar em Príncipe, era unânime as recomendações para o Bom Bom. Mas por ter uma tarifa mais alta (super justa com o que é oferecido), eu não conseguiria me hospedar por seis dias, que foi o que escolhi para ficar na ilha, mas pelo menos duas noites eu fiz questão e separei para o Bom Bom Resort.

Superou qualquer expectativa que levei comigo na mala.

Mas também, um paraíso desses, com uma mega estrutura, comida fresca e da própria ilha, tem jeito de não gostar? Não!

 

Bom Bom Resort

 

Mas, o que mais me marcou, foram as pessoas que lá trabalham. Jamais conseguirei colocar aqui o tratamento, a atenção e amizade que fiz com cada um que conheci.

A cada atendimento era uma conversa leve, engraçada e gostosa que tínhamos. Seja com o Gilson, com o Élder, com a Marina (super especial e profissional), com a Ildelina, com o Dilon e com tantos outros. Foi mágico e especial. A vontade era trazer todos em um potinho comigo para o Brasil.

Não podia piscar os olhos que entrava alguém no nosso quarto para tirar o lixo, repor algo, arrumar a cama e etc. Só era possível ver quando retornava ao quarto, porque eram sempre muito discretos.

Consequentemente, a limpeza era impecável e não faltou nada.

Todos os bangalôs são de frente para o mar, ou seja, você dorme e acorda com o barulho do mar, uma delícia!

A comida era muito boa também. Optei pela meia pensão, que inclui o café da manhã e jantar, com bebidas a parte.

O café é estilo buffet e com várias opções de pães, frutas, geleias e frios. Se quiser algum tipo de ovo é só pedir ao chefe.

O jantar era servido no estilo menu, onde você pode escolher entre duas opções de entrada, prato principal e sobremesa.

.

 

Bom Bom Resort

É possível pedir um jantar romântico na praia.

 

Se na sua diária não estiver incluso, o valor é de EUR 40 por pessoa.

No almoço, acontece a mesma coisa e o valor é de EUR 30 por pessoa.

Além do menu, eles oferecem um cardápio de snacks e sobremesas.

Bom Bom Resort

A única crítica que faço e super construtiva (deixando bem claro que a minha satisfação continua 100% e que isso é apenas uma dica) , é com relação as opções de sucos, que são poucas, na verdade só duas, abacaxi ou mamão e também a falta de água de coco. Digo isso porque é uma ilha super rica em frutas e é possível encontrar vários coqueiros carregados de coco, e eu como boa amante da água de coco fiquei toda feliz quando vi, pois achei que poderia beber todos os dias. Mas não foi possível, pois não tinha no cardápio deles.

O resort oferece diversas atividades, como segue abaixo:

*A PÉ

– Bom Bom até Ribeira Izé: 2 horas

– Bom Bom até o aeroporto: 1 hora

– Birdwatching: 2:30 h

– Rio Papagaio: 4 horas

– Cascatas São Joaquim: 4 horas

– Pico Papagaio: 5 horas

– Trilha da Biosfera: 5 horas

– Roça do Infante: 7 horas

O Pico Papagaio e a Roça do Infante incluem almoço e guia.

 

*DE BARCO

– Praias do Este: 3 horas

– Baía das Agulhas: 3 horas

– Viagem de volta à Ilha: 5 horas

– Pesca desportiva: 4 a 8 horas

– Santo Antônio: 2 a 3 horas

– Observação de baleias: 2 horas

 

*DE CARRO

– Roças Sundy e Paciência: 3 horas

– Príncipe Explorer: 7 horas

– Aldeia Piscatória e Terreiro Velho: 3 horas

– Observação de tartarugas: 3 a 4 horas

A maioria destas atividades são pagas, portanto consultem os valores antecipadamente.

Além de tudo isso, o resort ainda oferece: academia com uma estrutura super bacana, spa, piscina, espaço para casamentos e atividades gratuitas como o stand up paddle e o snorkel.

A minha recomendação a você que vai a Príncipe é que passe pelo menos duas noites no Bom Bom Resort. Mas se você já pode ficar mais, fique, com certeza não irá se arrepender.

2 COMENTÁRIOS